Bradesco

  • 31/10/2017

    Ação judicial garante diferenças salariais no Bradesco

    Assessoria jurídica do Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba propôs ação

    Após ação protocolada na Justiça do Trabalho pela assessoria jurídica do Sindicato, uma bancária do Bradesco deverá receber o pagamento de diferenças salariais por não ter sido enquadrada na tabela salarial do HSBC.

    A trabalhadora, segundo o advogado Vinícius Gozdecki, recebia um salário não correspondente às tabelas salariais editadas pelo próprio banco. A instituição financeira, por sua vez, alegou que tratava-se apenas de denominação de cargos e estrutura organizacional. Contudo, as provas juntadas, aliadas ao depoimento de testemunhas, comprovou a tese da bancária.

    “A ausência de homologação no plano de cargos e salário não o autoriza descumprir uma normativa que foi produzida pelo próprio empregador”, avalia o advogado. De acordo com ele, a trabalhadora receberá os valores devidos das diferenças salariais, bem como reflexos em 13º salário, férias, PLR, horas extras, aviso prévio e FGTS.

    Declatra