Bradesco

  • 04/12/2017

    Bradesco desativa prédio do teleatendimento na Granja Julieta

    Mudanças também estão ocorrendo em São Paulo.

    São Paulo – O Bradesco pretende, até fevereiro de 2018, desativar o prédio onde funciona o Departamento de Teleatendimento, na Granja Julieta, zona sul de São Paulo. O Sindicato dos Bancários de São Paulo obteve do banco a garantia de realocação e capacitação, sem demissões, dos cerca de 200 funcionários para unidades do Telebanco na Santa Cecília, Santana e Osasco.

    A principal preocupação dos trabalhadores, no entanto, é em relação à jornada diferenciada de trabalho. Isso porque no Telebanco, os bancários têm escalas de fim de semana com folgas previstas durante a semana. No Teleatendimento não, eles trabalham apenas nos dias úteis da semana. 
    Além desse fato, muitos temem um retrocesso na carreira, já que o Telebanco é a porta de entrada do Bradesco, e o teleatendimento já é uma etapa mais avançada no banco.

    O Sindicato também cobra do Bradesco atenção aos terceirizados e ao pessoal da Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes). No Departamento de Teleatendimento da Granja Julieta, o banco já havia realocado alguns funcionários para agências sem que outros fossem colocados em seus lugares, o que causou
    sobrecarga de trabalho.

    "Desde o anúncio da compra do HSBC, com o aumento do número de demissões – e agora a atual conjuntura de reforma trabalhista –, os trabalhadores vivem com a constante insegurança do desemprego. É fundamental que o banco garanta essas mudanças com o menor impacto possível na vida dos bancários!”, acrescenta Fernanda Reis, dirigente sindical de São Paulo.

    SP Bancários