Bradesco

  • 17/08/2018

    Mais uma bancária do Bradesco é reintegrada

    TRT-PR reconheceu a doença ocupacional e determinou a reintegração.


    Foto: Genesio Cardoso/SEEB Curitiba

    Nesta quinta-feira, 16 de agosto, o Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região, juntamente com sua assessoria jurídica, acompanhou a reintegração de mais uma bancária do extinto HSBC, atualmente Bradesco. A trabalhadora havia sido demitida ilegalmente em 2012, mesmo estando adoecida. 

    Após ação judicial, o Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR) reconheceu a doença relacionada ao trabalho, em razão da exposição a um ambiente de pressão e cobrança exagerada por parte do banco, e determinou a reintegração da bancária.

    O banco também foi obrigado a indenizar a trabalhadora por danos morais, devido à doença ocupacional e ao assédio moral sofrido, bem como pagar todos os salários e benefícios devidos desde a dispensa até a efetiva reintegração.

    SEEB Curitiba