Saúde

  • 27/04/2018

    Acidentes de trabalho: Boca Maldita sedia evento

    O dia foi lembrado com ações voltadas à população em alerta para a importância da prevenção
    Acidentes de trabalho: Boca Maldita sedia evento

    O Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e Região promove, em parceria com o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador – CEREST/Curitiba, ações voltadas à prevenção ao acidente de trabalho. Ações educativas foram desenvolvidas nesta sexta-feira (27/04), na Boca Maldita, das 9h às 16h, para lembrar à sociedade da importância do tema da prevenção de Acidentes do Trabalho no Brasil e no Mundo.
    Será um (01) dia de orientações de prevenção às causas de adoecimento, acidentes de trabalho graves e fatais de trabalhadores inseridos no mercado de trabalho formal e informal. Foi disponibilizada em uma tenda na Boca Maldita com material informativo sobre: trabalho em altura; perda auditiva induzida pelo ruído/PAIR; trabalho infantil; assim como também folders em atenção à saúde dos trabalhadores. A população receberá orientações sobre atividades em ambientes de trabalho que trazem risco para a saúde e qual o papel da vigilância em saúde do trabalhador e vigilância sanitária nos ambientes de trabalho. O intuito é que no Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho e Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho seja um momento de alerta para a diminuição da ocorrência de acidentes graves e fatais. “ Para o Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e Região, o dia de 28 de abril é um dia triste, pois nos remete à lembrança de trabalhadores acidentados em virtude de sua dedicação excessiva ao trabalho. O Brasil é o 4º no ranking mundial em acidentes de trabalho. Nós da categoria bancária e financiaria, infelizmente, somos os primeiros no ranking de problemas em saúde mental, conforme Secretaria Estadual de Saúde do Estado Paraná. As ações desenvolvidas neste dia têm o propósito de alertar para um problema da sociedade como um todo, e não apenas dos trabalhadores”, expõe Vanderleia de Paula, Secretária de Saúde e Condições de Trabalho do Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e Região.

    Importante que a cada ano essa lembrança de acidentados, mortes e inválidos diminua, que essa guerra contra os acidentes do trabalho seja vencida, e que pais, filhos, parentes e a comunidade não tenham de lamentar as inúmeras perdas que ocorrem no dia a dia. Como também estanquemos a sangria de recursos que visam indenizar nossos cidadãos segurados da Previdência Social num momento em que precisamos sempre canalizar os esforços para o crescimento econômico sustentável e de melhor qualidade de vida a todos os trabalhadores.

    Em 2003, a Organização Internacional do Trabalho - OIT - adotou o 28 de abril como o dia oficial da segurança e saúde nos locais de trabalho. O movimento começou no Canadá e espalhou-se por diversos países organizado por sindicatos, federações, confederações locais e internacionais, entre elas a Confederação Internacional das Organizações Sindicais Livres - CIOLS - e o Conselho Sindical da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico - TUAC/OCDE.

    Em maio de 2005, foi instituído o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, a ser celebrado em 28 de abril a cada ano, pela Lei nº 11.121/2005 (PL nº 856/2003).

    João Marcelo B. Cardoso Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e Região