Santander

  • 14/02/2018

    Bancários do Santander recebem PLR no dia 20

    Data limite prevista pela CCT é 01 de março.

    O movimento sindical reivindicou e o Santander vai antecipar para o dia 20 o pagamento da segunda parcela da Participação nos Lucros e Resultados (PLR 2017) aos bancários. A regra básica da PLR será majorada de acordo com o lucro do banco – que cresceu 35,6% em 2017 – e os trabalhadores receberão 2,2 salários, descontada a primeira parcela paga no ano passado, limitado a R$ 26.478,55. A parcela adicional também será paga pelo teto, de R$ 4.487,16, descontado o valor de R$ 2.243,58, creditado em 2017.

    Todos os bancários do Santander receberão pelo menos R$ 2.260,50 a título de PPRS (Programa Próprio de Resultados do Santander). 
    “O lucro do Santander foi astronômico e fruto do resultado do trabalho dos bancários. A distribuição de todo esse lucro é uma luta constante dos Sindicatos, seja por meio da PLR, dos programas próprios, com melhores salários, empregos e condições de trabalho. A força da união e mobilização entre bancários e Sindicato é que faz nossos direitos avançarem”, afirma a Maria Rosani, coordenadora da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander.

    Conquista
    Os bancários foram a primeira categoria a conquistar o direito à PLR previsto na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) nacional, em 1995. A luta conjunta ao lado dos Sindicatos garantiu outros avanços como forma de distribuir renda por meio da PLR dos bancos. Na Campanha Nacional 2007, a mobilização da categoria garantiu o valor adicional à PLR. Além disso, desde 2013, os trabalhadores têm direito à PLR sem IR para determinados valores e, a partir desses, descontos progressivos.

    SP Bancários