HSBC

  • 13/09/2016

    HSBC/Bradesco: Sindicato não tolerará redução de direitos

    Entidade irá tomar todas as medidas legais cabíveis para evitar prejuízos aos trabalhadores do HSBC.

    Nos últimos dias, os bancários do HSBC foram informados que, a partir de 07 de outubro, o Bradesco irá revogar todas as políticas de Recursos Humanos do antigo banco inglês, bem como os direitos por elas garantidos. Diante da arbitrariedade, a Secretaria de Assuntos Jurídicos do Sindicato dos Bancários de Curitiba e região informa, por meio de nota, que não será tolerada perda de direito adquirido e que todas as medidas legais cabíveis serão tomadas. Leia o comunicado na íntegra:

    O Sindicato dos Bancários de Curitiba e região informa que tomou conhecimento de que o banco Bradesco noticiou aos empregados oriundos do HSBC que as políticas de Recursos Humanos praticadas por este banco e os direitos delas oriundos serão unilateralmente revogados a partir de 07/10/2016.

    O Sindicato informa que não tolerará mudanças nos contratos de trabalho dos bancários do HSBC as quais importem redução de direitos adquiridos. A entidade tomará todas as medidas legais cabíveis e capazes de evitar prejuízos aos trabalhadores, reafirmando o compromisso de não aceitar nenhum direito a menos.

    As medidas que serão tomadas serão informadas à categoria pelos meios de comunicação do Sindicato.

    SEEB Curitiba