HSBC

  • 11/10/2016

    Bradesco faz retirada unilateral de benefícios HSBC

    Sindicato ajuiza ação civil pública para impedir que revogação abusiva dos benefícios se concretize

    O Sindicato dos Bancários de Curitiba e região, recebeu diversas denúncias dos empregados do HSBC, que foram incorporados ao corpo funcional do Bradesco, relatando que foram coagidos a assinar um documento concordando que o Bradesco revogue todas as políticas de Recursos Humanos do antigo banco inglês, bem como os direitos por elas garantidos. O processo de integração imposto pelo Bradesco, praticamente extingue quase todos os benefícios existentes hoje no HSBC, a partir de outubro/2016.

    Em agosto desse ano, a FETEC-CUT-PR e o Sindicato dos Bancários de Curitiba participaram de negociação com o Bradesco com a mediação da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Paraná, buscando acordo para manutenção dos direitos dos empregados oriundos do HSBC, como por exemplo, a manutenção da bolsa-educação, dos ambulatórios nos locais de trabalho e demais normativos de benefícios tanto do Bradesco quanto do HSBC.

    Com base no documento enviado pelo Bradesco, um formulário que revoga todas as políticas de RH do HSBC a partir de 07 de outubro, o Sindicato ajuizou uma ação civil pública com objetivo de impedir que a revogação abusiva dos benefícios se concretize. O presidente do Sindicato, Elias Jordão, lembra que desde que foi anunciada a aquisição do HSBC pelo Bradesco, a principal preocupação foi com os empregos, sem esquecer de todos os outros direitos dos trabalhadores conquistados com muita negociação e muita luta.

    “O Bradesco acaba de entregar junto com o kit de boas vindas aos funcionários oriundos do HSBC um documento em que os trabalhadores abrem mão de seus direitos. Não reconhecemos e não concordamos com este documento e para tanto vamos utilizar todos os recursos possíveis pela manutenção destes direitos. Nenhum direito a menos”, afirma Jordão.

    Acompanhe o andamento do processo Nº 0011512-11.2016.5.09.0012 através do site do TRT 9 e utilize nossos canais para denunciar todos os transtornos com a transição HSBC/Bradesco.

    Camila Cecchin SEEB Curitiba