HSBC

  • 19/09/2017

    Sindicato ganha ação e banco terá de indenizar trabalhador HSBC

    Bancário se aposentou aos 31 anos, vítima da síndrome de burnout, causada por estresse no trabalho
    Em ação  impetrada pelo Sindicato dos Bancários de Curitiba e região, a justiça reconheceu o direito a indenização por danos morais de um ex-bancário que se aposentou aos 31 anos, vítima de síndrome de burnout. O HSBC Bank Brasil S.A. Banco Múltiplo foi condenado a pagar R$ 475 mil em indenização devido a condições de trabalho físicas, emocionais e psicológicas desgastantes.

    O Sindicato, que é referência na defesa da saúde do trabalhador, desenvolveu um projeto de pesquisa, juntamente com o Instituto Declatra, e provou pelos dados coletados que os métodos de gestão adotados pelos bancos são responsáveis pelo adoecimento da categoria. O bancário era usualmente perseguido pelo seu superior hierárquico com práticas vexatórias e humilhantes, com uso de apelidos pejorativos, ameaças explícitas de demissão,  e cobranças excessivas em relação às metas.

    O banco já havia solicitado, em recurso para o Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR), a redução do valor de R$ 350 mil fixado em sentença por dano moral, mas, ao contrário do pretendido, o TRT proveu recurso do trabalhador e aumentou a indenização para R$ 475 mil. De acordo com o órgão, é inegável que a doença desencadeada durante o vínculo com o banco culminou com a aposentadoria por invalidez do bancário, motivo pelo qual ele merece reparação por danos morais. O TRT justificou o aumento do valor de indenização pela “gravidade do dano, a capacidade econômica do ofensor, o princípio da razoabilidade e tendo como norte o fato de que o dano moral é incomensurável”.

    A decisão foi unânime. O banco agora aguarda julgamento de embargos interpostos à Subseção 1 Especializada em Dissídios Individuais.

    O número do processo foi omitido para preservar a privacidade do trabalhador.

    SEEB Curitiba com informações do TST

Notícias relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Últimas notícias