Geral

  • 27/09/2017

    Mulheres vão às ruas em defesa da aposentadoria

    Evento foi organizado pelo Fórum Nacional das Mulheres das Centrais Sindicais

    As mulheres dos movimentos sindicais foram às ruas, nesta terça-feira (26), para defender o direito a aposentadoria. O ato aconteceu em frente a Superintendência Regional do INSS Largo Santa Ifigênia, em São Paulo, no período da tarde. Organizada pelo Fórum Nacional das Mulheres das Centrais Sindicais, a mobilização tem o objetivo de denunciar os efeitos da proposta da Reforma da Previdência na vida das mulheres, caso seja aprovada pelo Congresso Nacional.

    Durante a tarde, panfletos foram entregues com informações sobre os impactos da Reforma da Previdência na vida das mulheres. O movimento também abordou a população para assinar o Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP) da CUT para anular a Reforma Trabalhista.

    “O fim da aposentadoria vai prejudicar, principalmente, nós mulheres, que vamos ter a idade mínima para se aposentar igualada a dos homens, o salário mínimo desvinculado ao valor do benefício e maior dificuldade do direito de envelhecer de forma digna”, afirma Elaine Cutis, Secretária da Mulher da Contraf-CUT.

    Clique aquie acesse o abaixo-assinado.

    Contraf-Cut