Geral

  • 08/11/2017

    Sexta-feira (10) é dia de luta contra a Reforma Trabalhista

    Em Curitiba ato das centrais será realizado na Boca Maldita às 11h

    Foto: Gibran Mendes

    No próximo sábado (11) entra em vigor a Reforma Trabalhista, considerado um dos maiores retrocessos sociais da história do Brasil. Na véspera, sexta-feira (10), a CUT em parceria com as demais centrais sindicais, promoverá atos em todo o Brasil contra a retirada de direitos trabalhistas. Em Curitiba o ato terá concentração às 11h na Boca Maldita, no centro da capital paranaense.

    O “Dia Nacional de Paralisação” mobilizará todo o Brasil. Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Natal, Porto Alegre, Palmas, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Salvador, Belém e Teresina são algumas das capitais que já confirmaram mobilizações contra a reforma.

    “Mas também vamos às ruas contra a Reforma da Previdência, que esse governo golpista, que respira pelos aparelhos, ainda quer enfiar goela abaixo da população. Nunca se viu tanta retiradas de direitos no Brasil”, afirmou a presidenta da CUT Paraná, Regina Cruz.

    Entre as ações em defesa dos direitos trabalhistas – e pela resistência à Reforma que entrará em vigor no dia 11 de novembro acabando com a carteira assinada, férias e 13º e oficializando o bico, entre outros ataques.


    Campanha – A CUT está com uma campanha nacional para anulação da Reforma Trabalhista. Para isso precisa reunir assinaturas do equivalente a 1% do eleitorado brasileiro e apresentar um Projeto de Lei de Iniciativa Popular (Plip) para que seja apreciado por deputados e senadores.

    Saiba mais sobre a campanhaaqui.
    CUT Paraná