Geral

  • 06/12/2018

    Bancários pelo fim da violência contra as mulheres

    Sindicato integrou ato chamado pela CUT Paraná e pela Fetec-CUT-PR.

    Fotos: SEEB Curitiba

    O Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região participou, nesta quinta-feira, 06 de novembro, do ato em virtude do Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres, na XV de Novembro, no Centro de Curitiba. A data é conhecida como o “Dia do Laço Branco” e rememora um massacre acontecido em 1989, em Montreal, no Canadá. Os dirigentes sindicais fizeram falas de conscientização e distribuíram panfletos e laços brancos, destacando a importância do engajamento dos homens no combate à violência contra as mulheres. 











    Saiba mais
    O ano era 1989, nem tão distante assim. Um homem entrou numa sala de aula, na Escola Politécnica de Montreal, no Canadá, portando uma arma. Falou para os homens da turma se retirarem e abriu fogo contra as mulheres. O ato resultou em 14 mulheres assassinadas, pelo simples fato de serem mulheres. Além do feminicídio, outras 10 mulheres ficaram feridas. Era dia 6 de dezembro e o acontecimento marcou a data que se tornou referência para a mobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres. 

    “É de suma importância os homens se responsabilizarem e assumirem seu papel, já que as mulheres são justamente vítimas de violência de gênero. Esperamos de todos essa conscientização”, afirma Cristiane Zacarias, diretora da Secretaria de Cultura do Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região, que faz parte da Frente Feminista de Curitiba.

    Neste ano, foi aprovada no Paraná a Lei Estadual 19.719, de 26 de novembro de 2018, instituindo a data de 06 de dezembro como Dia da Mobilização Estadual dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. 
    Hoje pela manhã, uma Frente Parlamentar contra a violência de gênero foi instalada na Assembleia Legislativa, para debater e encaminhar proposições que visam reduzir a violência, ambas iniciativas do deputado estadual Professor Lemos (PT).
    SEEB Curitiba, com informações da Fetec-CUT-PR