Itaú

  • 22/09/2017

    Bancários do Itaú são reintegrados após mediação do Sindicato

    Sindicato suspende demissões após constatar irregularidades no momento da homologação da rescisão

    Nos meses de julho e agosto, três bancários foram reintegrados no Itaú com a intermediação das secretarias jurídica e de saúde do Sindicato, após serem atendidos no momento da homologação da rescisão. Um trabalhador teve sua estabilidade pré-aposentadoria constatada na contagem de tempo e os outros dois trabalhadores estavam em tratamento de saúde. 

    O Sindicato notificou o banco e exigiu o retorno de todos ao trabalho. Eles já estão trabalhando em suas unidades de trabalho. “Essas reintegrações só foram possíveis porque as homologações são feitas aqui no ambiente do Sindicato e nós prestamos todas as orientações e estamos alertas aos direitos dos trabalhadores”, afirma Ana Fideli, diretora da Secretaria de Assuntos Jurídicos do Sindicato.

    Itaú fecha unidade de relações sindicais em Curitiba 

    Sem negociação com o Sindicato, o Itaú desativou a unidade de relações sindicais em Curitiba. “Essa atitude demonstra desrespeito aos trabalhadores que, a partir de agora, terão mais dificuldades de ter suas demandas atendidas pelo banco”, explica Ana Fideli, representante do Paraná na COE Itaú.

    A unidade de relações sindicais era um canal de diálogo regional. “Se estava difícil a partir de agora piora uma vez que a central em São Paulo não está preparada, não funciona de acordo com nossas necessidades”, lamenta a dirigente.

    Bancário do Itaú, se você tiver dificuldade burocrática para encaminhar documentos para o banco, entre em contato com o Sindicato pelo email juridico@bancariosdecuritiba.org.br.

    Acesse aqui a íntegra da Folha Bancária de setembro.

    Paula Padilha SEEB Curitiba - Folha Bancária