Itaú

  • 15/08/2018

    Jogo de “empurra-empurra” do Itaú dificulta abono assiduidade

    Bancários têm até dia 31 de agosto para fazer a solicitação da folga junto ao gestor da área.

    Os bancários do Itaú tem até o dia 31 de agosto para pedir o abono assiduidade junto ao gestor da área. A folga de um dia é garantida pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). No entanto, alguns funcionários estão tendo dificuldades para requerer a folga.

    Para ter o direito ao abono assiduidade em 2018, o bancário deve 
    não ter tido falta injustificada entre 1º de setembro de 2016 a 31 de agosto de 2017 e ter no mínimo um ano de vínculo empregatício com a instituição financeira.

    Apesar de simples, o Sindicato recebeu denúncias de que há um verdadeiro jogo de “empurra-empurra”, prejudicando os trabalhadores. Funcionários solicitam aos gestores e os gestores mandam ligar para o RH e vice-versa.

    O Sindicato já entrou em contato com o Itaú cobrando o compromisso. O banco já respondeu e garantiu que 'fez um alinhamento com os gestores' para que todos os trabalhadores possam usufruir do
    abono assiduidade até 31 de agosto.

    O que é abono assiduidade?
    O abono ou folga garante ao bancário um dia de ausência remunerada. Essa conquista veio por meio de muita pressão durante a Campanha Nacional de 2013. Além do Itaú, Bradesco, Santander, Banco do Brasil, Caixa Federal e demais bancos devem conceder o direito a seus empregados. É importante também ressaltar que a cláusula 24 da CCT (que trata sobre o abono) desobriga os bancos a concederem o direito, caso o bancário tenha outra folga, como “faltas abonadas”, “abono assiduidade” ou “folga de aniversário”.

    SP Bancários