Banco do Brasil

  • 13/11/2018

    Cassi: Sindicato repudia ausência do BB nas reuniões

    Em nota, entidade alerta que omissão do banco pode gerar prejuízos a associados e acionistas.

    O Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região denuncia e repudia a ausência do Banco do Brasil no encontro de representantes dos associados, proposto pela Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi) nos dias 12, 13 e 14 de novembro.

    Para a entidade, a ausência na reunião significa a negação em abrir um processo de negociação para solucionar conjuntamente o problema de custeio do plano Cassi Associados. Acontece que, em 13 de setembro deste ano, o banco aprovou em seu Conselho Diretor, conforme comunicado ao mercado e publicado em jornais de grande circulação, uma proposta que dependia de anuência dos associados. A proposta foi derrotada por 75% dos associados que se manifestaram contrários.

    Confira aqui o comunicado do BB de setembro. 

    Muitas outras propostas foram apresentadas ao patrocinador BB e à Cassi. Inclusive a Contraf-CUT, confederação que representa a maioria dos associados da Cassi, apresentou uma proposta em julho de 2018, atualizou os cálculos em novembro de 2018 e, novamente, entregou ao banco e à governança da Cassi na data de ontem, 12 de novembro. Nenhuma das propostas foi levada para anuência dos associados. 

    Confira aqui a proposta apresentada pela Contraf-CUT.

    O Sindicato entende que somente uma mesa de negociação pode construir uma proposta de consenso entre associados e patrocinador. Porém, a ausência do banco nessas reuniões caracteriza um descaso com a urgência do assunto. Essa omissão do BB, possivelmente, acarretará prejuízos aos associados da Cassi e aos acionistas do banco.

    SEEB Curitiba